terça-feira, 15 de junho de 2010

Padre Joãozinho terá perdido o rumo?

Não serei mentiroso de dizer que nunca admirei o Pe. Joãozinho, muito pelo contrário, ainda tenho dois livros de autoria dele (Combate Espiritual e Nova Era e Fé Cristã, além de um disco), mas desde que, graças ao recém-falecido Prof. Fedeli, deixei o carismatismo, me afastei das doutrinas desse movimento.
Entretanto, após observar o embate entre o professor e o padre-doutor, achava que a contenda estaria definitivamente encerrada, com o silêncio deste último, que não mais respondeu às questões levantadas pelo agora finado.
Mas foi só Fedeli “bater as botas” que o padre, hoje mais conhecido como “Little John”, resolveu dar o ar da graça e voltar a falar da Associação Montfort, com a certeza de que o professor não mais lhe dará as respostas certeiras e diretas das quais o Dr. Almeida sempre se esquivou.
Com a sugestão do amigo Renato, fui ver no blogue do padre Little John algo que me deixou admirado: ele reproduziu as palavras de determinado cidadão que recomendava, lá pelas tantas, o fim da associação fundada pelo Prof. Orlando, com a desculpa de que ela estava em plena desobediência ao papa.
Como se não bastasse tudo isso, parece que agora o padre Little John está encantado pela possibilidade do Brasil ter como presidente a filha das CEB’s, herege da Assembléia dita de “Deus” e amigona do ex-frei Boff, Marina Silva.
Até mesmo os admiradores do Pe. Joãozinho não gostaram muito da idéia.
Desde já digo logo: não sou “montfortiano” e nem “fedelho”, porém, para a Igreja no Brasil, evangelização com boas doses de bom senso, lealdade no combate e coerência (como as teve Orlando Fedeli) nunca é demais.

Fontes:
A visão de um canonista sobre a Associoção Montfort.*
Marina Presidente: Por que não?
Obs.: *a postagem sobre o canonista foi retirada pelo padre.

Nenhum comentário: