segunda-feira, 9 de maio de 2011

"Casal" guey?

Com a aprovação do reconhecimento das uniões estáveis entre pessoas do mesmo gênero, eis que aumentou o uso errado do termo "casal". Ora, tal palavra é uma referência a seres de gêneros diferentes, como por exemplo, quando determinado casal (CASAL MESMO, um pai e uma mãe) que tenha dois filhos, um menino e uma menina, é comum se dizer que esses pais têm um "casal".
Ou quando alguém muito apaixonado por animais tenha uma dupla de cães, um macho e uma fêmea, o pessoal diz que esse alguém tem um "casal de cachorros".
Agora, partindo-se do princípio de que o termo "casal" se refira a dois seres de gêneros diferentes, por que ainda há pessoas que insistem em chamar as uniões gueys de "CASAIS"?
Já estão assassinando a família, ainda querem assassinar o português?

Nenhum comentário: