quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

O que é ser missionário?

Antigamente, se alguém perguntasse o que seria um missionário, no contexto cristão a resposta seria mais ou menos assim:
- "Missionário é aquele que vai pregar o Evangelho para os povos pagãos";
- "Missionário é o sacerdote que, na hora da homilia, prega contra o pecado e anuncia a misericórdia do Senhor";
- "Missionário é o jovem que luta contra as tendências da carne e busca combater o pecado";
- "Missionário é o mártir que dá a própria vida por Cristo e pela Igreja"
- "Missionário é aquele que anuncia Jesus Cristo como Senhor e Salvador da humanidade, e o Santo Padre como seu vigário na Terra"...

Foi-se o tempo...
Agora* ser missionário é:
- Participar de passeatas esquerdistas contra os yanques;
- Defender o ecologismo mais radical, em nome da "Mãe Gaia";
- Fazer greve de fome contra a transposição de algum riozinho qualquer, como um bispo já fez;
- Participar de passeatas ecumaníacas ao lado dos inimigos da Igreja, tudo por um falso "bem comum";
- Demonizar e repudiar o passado glorioso da Igreja, principalmente no que diz respeito às Cruzadas e à Santa Inquisição (por falar em "demonizar", alguns "missionários" atuais negam a existência do demônio);
- Parar de anunciar Jesus Cristo;
- Nivelar Jesus Cristo a falsos profetas como Buda, Maomé** e Confúcio, relativizando a fé;
- Negar obediência ao papa;
- Participar de quermesses e festas do sorvete;
- Fazer parte de movimentos declaradamente ateus, como o comunismo, como se a palavra de Deus pudesse ter alguma coisa a ver com o marxismo.
Pois é, foi-se o tempo...

*Principalmente depois da década de 1960, sobretudo na América Lat(r)ina.
** Que o justo castigo de Jesus Cristo, Rei dos Reis e Senhor dos Senhores recaia sobre o infame! Amém.

2 comentários:

Lord Rommel Werneck disse...

Vi um blog do sr sobre língua portuguesa. Frequenta saraus?

Evandro Monteiro disse...

Não, não freqüento saraus, até porque aqui onde moro não tem isso.