sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Habemus Obama!

Venceu o queridinho da grande imprensa, o “Zumbi” ianque que ganhou a batalha contra o herói da guerra, McCain. Só espero realmente que ele tire os States do buraco (até porque se os EUA estiverem na pior, todos nós da República das Bananas estaremos), e que respeite a opinião do povo quando ninguém quiser aborto, eutanásia ou união homossexual.
Agora é a vez do mano Obama!
Obama nas alturas!
Valei-nos Deus!

2 comentários:

Ana Maria disse...

È impressionante, minha vizinha disse que parou tudo para poder ver o Obama, melhor n comentar!

Theophilus disse...

Evandro, o Obama é furiosamente a favor do aborto (prometeu que a primeira lei que assinaria seria o FOCA - Freedom of Choice Act, que elimina qualquer senão da legislação dos estados ao aborto a qualquer tempo e por qualquer motivo), da eutanásia (ele diz que se arrepende de ter votado no Senado pelo prosseguimento dos cuidados à Terry Schiavo) e do casamento gay. A imprensa mundial se calou a respeito de quem ele é. Foi a maior conspiração da imprensa em toda a História para esconder um sujeito vendido ao eleitorado como Messias secular (faz lembrar o silêncio da imprensa brasileira sobre Lula e o Foro de São Paulo). O cara tem ligações com terroristas (Ayers) e organizações radicais de esquerda e recebeu delas muito dinheiro durante toda sua vida pública. Conta com o apoio de "democratas" famosos como Fidel Castro, Hugo Chávez e Ahmadinejad. Tem o apoio do Hezbollah e da Al Qaeda. Obama é o democrata mais radical e de esquerda que os americanos já escolheram para presidente (na frente dele, Clinton, Carter e Roosevelt são conservadores). Ele vai destruir a indústria de carvão americana e aumentar os impostos para redistribuir a renda, o que vai causar a maior recessão americana (e global) da História. Também prometeu a criação de uma "milícia cidadã" aos moldes da Gestapo e com o orçamento do exército americano! Deus nos proteja deste anticristo.