quarta-feira, 1 de abril de 2009

Besteirol presidencial

Que coisa, quando o papa diz algo, seja o que for, a imprensinha tupiniquim, tão cheia de razão e metida a “defensora das liberdades individuais”, solta os cachorros ou desce a lenha no Santo Padre.
Mas quando é o cacique-mor da Nação Brasileira, aí a coisa muda de figura: o mandatário do país solta uma frase tão infeliz, que acabou provando um despreparo que ele tem em falar à imprensa: Lula põe a culpa da crise em “brancos de olhos azuis”.
Eu até entendi o que ele quis dizer, mas e se trocássemos o "branco de olhos azuis" por "negro de cabelos crespos", daria no mesmo? É claro que não! Muito me espanta que um homem com a história que ele tem, um nordestino que fez a vida em São Paulo tenha dito isso. Como tal, deve ter sofrido algum preconceito – com certeza alguém o chamou de “Paraíba” ou de “Baiano”, mesmo sendo pernambucano.
Vou contar uma breve história: meu pai é branco e tem olhos azuis, mas é nordestino também, do Ceará. Foi metalúrgico como o presidente. E me orgulho muito do meu “velho”, pois foi ele (como também minha mãe) quem me educou na fé cristã católica e me deu muitos ensinamentos, dos quais procuro sempre seguir.
Agora pergunto: ele tem culpa se a crise corre solta?
Já que é assim, todos os brancos, especialmente os de olhos da cor do céu, são culpados pela bancarrota?
Esse discursinho de “pobre coitado” de que não existe negro ou índio banqueiro não tem fundamento. Como há branco corrupto, também existe o negro safado e o índio safado, vamos parar com essa idiotice do Rousseau que defendia as sociedades primitivas como algo perfeito.

Faço minhas estas palavras:
“Quantos negros - mas negros, mesmo - há na equipe econômica do governo brasileiro? Não estou falando de ministérios figurativos, secretarias especiais ou órgãos criados para fazer média. Peças-chave, cargos importantes, canetas decisórias. Quantos? Na chefia de Ministérios, mesmo...?”

2 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

ainda bem que meus olhos são verdes ahahuahuah

Magdalia disse...

Evandro, Salve Maria!

Vou estar fora a partir de Quinta e, portanto, sem acesso à internet.

Vim desejar-lhe uma Santa e feliz Páscoa, na graça de Deus.