sexta-feira, 17 de abril de 2009

Só uma dúvida:

Por que as editoras católicas (principalmente a Vozes, Paulinas, Paulus, Canção Nova e Cléofas) não investem na publicação de encíclicas papais como a Mortalium Animos de Pio XI, ou mesmo a pós-conciliar Humanae Vitae de Paulo VI?
Ao invés de entupirem as livrarias com toscas publicações de auto-ajuda e protestantismo pseudo-católico, poderiam ao menos ajudar fiéis, tão maltratados com tanta falta de conteúdo.

4 comentários:

Daniel disse...

São péssimas editoras, editam qualquer coisa. Entretanto, a Paulus edita uma coletânea de encíclicas papais, e é possível encontrar a mortalium animus na coletânea "Documentos de Gregório XVI / Pio IX, volume 6" e a Humanae Vitae, é editado pela paulinas, na coleção a voz do papa, n. 60.

Um grande abraço,

Daniel.

Ana Maria Nunes disse...

Simplesmente, pq são "católicas pelo direito de espalhar heresias".

Interessar-se pela Igreja e ocupar-se de sua defesa , dá trabalho e dor de cabeça, quem quer? Muito poucos!

Magdalia disse...

Das pós-conciliares, a melhor é mesmo a Quadrante, que é do Opus Dei.

Eu continuo a manter que o Opus Dei não alinhou com o Concílio, apesar de eles próprios dizerem que sim.

Evandro disse...

Obrigado pelas informações, Daniel.