terça-feira, 23 de março de 2010

Para os tontos que acusam o papa de “nazista assassino”...

Diversos não-católicos, na mais pura falta do que fazer, resolveram lançar as mais estapafúrdias lorotas, como aquela, já desmentida por sinal, de que o papa Pio XII era grande amigo de Hitler.

Depois que o cardeal alemão Joseph Ratzinger foi eleito papa, surgiram historinhas de que ele era nazista, já que fizera parte da Juventude Hitlerista. Aí não deu outra: “o papa assassinou judeus”, “o papa era da Gestapo, SA, SS, etc.”, “o papa era empregado de Goebbels”, e blá-blá-blá...

Sem querer me estender muito no tema, gostaria que lessem a seguinte matéria do Portal Terra, Papa foi da Juventude Hitlerista, mas não nazista.

Se Ratzinger assassinou alguém, gostaria muitíssimo que alguém me enviasse os nomes das pessoas mortas por Sua Santidade, desde que as fontes sejam fidedignas.

7 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

que bom que voltou o blogue!!! vê se n some , viu?!

João Cadete disse...

Enfim, caro amigo... É a Idade das Trevas, onde a razão é ofuscada por ideologias pérfidas. Ao tentar atacar-se o Santo Padre, tenta-se atacar e destruir a Santa Igreja. Pobres desses, que ignoram ou querem ignorar a matéria de que é feita a Igreja, que o próprio Senhor construiu para ser penhor de salvação, neste mundo.

É hora de nós, fiéis à Santa Igreja, deixarmos os indiferentismos e defendermos cada vez mais a Fé, num mundo onde o Maligno parece ganhar mais uma batalha dia após dia.

Como os antigos cruzados, seremos poucos, mas sempre prontos a combater e a não dar ouvidos às calúnias e difamações contra a Mãe e Mestra dos cristãos. Nas tribulações, revelar-se-ão os verdadeiros filhos da Igreja.

Um abraço, sob o olhar terno de Maria Santíssima, directamente de Portugal, Terra de Santa Maria, país-irmão! :)

Viva o Papa!

Viva a Santa Igreja Católica!

Evandro Monteiro disse...

João Cadete: prezado, tenho por Portugal uma admiração e um respeito enormes, até porque foi daí, há 150, 200 anos, que meus antepassados saíram e vieram ao Brasil. Espero, do fundo do meu coração, que os portugueses tenham governantes à altura da Grande Nação que é Portugal.

Ana Maria: apesar de muita coisa que se passa, apesar dos meus questionamentos, apesar das minhas quedas, não consegui ficar quieto, precisava voltar mesmo. Obrigado pelo apoio!

Marcinho disse...

Caro Evandro,

Salve Maria!

Embora nunca tenha feito qualquer comentário as suas postagens era leitor assíduo (diário) do seu blogue. Acredito que como eu, muitos sentiram seu afastamento!.
Que bom que voltou!
Deus o abençoe!

Ana Maria Nunes disse...

Tem mais que voltar mesmo, vamos nos apoiar uns nos outros, enfim ninguém fica firme com essa avalanche de ataques. Pior de tudo,é que muitos n veem e ainda chamam a gente de loucos cheios de odio.

Theophilus disse...

É próprio de uma época louca chamar os sãos de loucos.
Fico feliz com seu retorno, Evandro!

Evandro Monteiro disse...

Prezados Marcinho e Theophilus, muitíssimo obrigado pelo incentivo e apoio!
Voltem sempre!