quarta-feira, 13 de abril de 2011

Dá logo uma medalha pro Tiririca, pô!

Realmente, os velhinhos da Academia Brasileira de Letras devem ter se esquecido de tomar o remédio. A ABL resolver homenagear o Ronaldinho.
A ABL já não era lá essas coisas, piorou muito na questão da Deforma Ortográfica, e eis que ela resolve homenagear alguém que confessa, publicamente, não ter um livro ou autor preferido. No máximo só deve saber de letra de pagode ou funk.
Tudo isso porque um dos “imortais” da associação, José Lins do Rêgo, era flamenguista.
Pois que se homenageasse algum parente do cidadão, caramba!
Por que não condecoram o Tiririca logo? A ABL já não valia muito grande coisa mesmo, isso seria a coroação da decadência!
Para que serve a ABL?
Para abrigar “imortais” como José Sarney?
Para bajular um cidadão (Ronaldinho) que se tiver a oitava série tem é muito?
Para ajudar a confundir ainda mais a já difícil ortografia do português do Brasil?
Num país de iletrados, a ABL é uma organização inócua.
Machado de Assis e José Lins do Rêgo devem ter se revirado no túmulo.
Que gol contra, hein!

----------------------------------------------------------

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/901456-abl-concede-sua-honraria-maxima-para-ronaldinho.shtml

2 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

que absurdo, gente!

Evandro Monteiro disse...

É por isso que ninguém lê!