sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Marx e Maomé: duas porcarias de Satanás

Ora, como não identificar o marxismo e o islamismo como duas grandes sujeiras saídas da cloaca de Satanás?
Duas coisas tão diferentes entre si, mas que têm uma mesma função, que é eliminar todo vestígio de cristianismo no mundo.
E que não me venham os politicamente corretos me encher o saco, nem os arautos dessa pseudo-liberdade asquerosa rasgarem suas vestes, pois Marx e Maomé são duas porcarias saídas das entranhas do Diabo para infestar o mundo!
E que não fiquem escandalizados e ofendidos com o que escrevo, já estou farto de ver não-cristãos e não-católicos falarem, escreverem, desenharem, enfim, fazerem "arte" com o Nome de Cristo, da Virgem Maria ou do papa e ninguém fazer nada.
Vejam aquele baitola do Elton John, ele teve o desplante de dizer que Cristo "era um guey inteligente". Fosse essa boneca falar daquele pedófilo nascido em Meca, não estaria viva agora.
Vejam aquele programa idiota do CQC, na Bandeirantes, só usa o santo nome de Deus em vão, além de citar Jesus Cristo nas coisas mais cretinas.
Digo que Maomé é sim filho do Diabo porque esse profeta infeliz se achava superior ao Filho de Deus.
Digo que Maomé é filho do Diabo porque em todos os lugares do cristianismo primitivo onde a alcatéia de cães raivosos passou para impor o califado, praticamente não há cristãos: vide a terra natal do grande Santo Agostinho, hoje infestada de infiéis! Belém de Judá, que viu o "Verbo se fazer homem", está carcomida de maometanos!
Digo que Marx é filho de Satanás porque onde ele teve sua ideologia imposta, os valores morais foram jogados na lata de lixo, onde quem trabalha é punido, onde a vagabundagem é oficial e onde Deus é proibido.
Digo que Marx é filho de Satanás porque a China, mesmo com sua economia de "mercado" (só o 'hômi' acha isso), mata suas crianças ainda no ventre materno e onde os cristãos são duramente caçados! E não é só nas terras chinesas, mas também no Vietnã, na Coréia do Norte e até em Cuba.
Vou imitar as palavras do Pe. José Augusto, da Canção Morna: "podem me prender, podem me matar", mas não aceito que minha crença seja espezinhada, perseguida e que meus irmãos na fé sejam violentados e mortos.
Repito: o marxismo e o islamismo são duas grandes sujeiras expelidas pela cloaca infernal para sujar o mundo!

Um comentário:

FireHead disse...

Tanto uma coisa como outra não deviam existir, mas só mesmo em sonhos é que os veremos erradicados...