quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Padre Guilherme Vaessen, CM e as portas do inferno

De acordo com o Pe. Guilherme Vaessen, CM, no livro de catecismo O Pequeno Missionário (Editora Vozes, 8ª edição, 1958), as portas do inferno são muitas:

“‘É larga, disse Jesus Cristo, a porta do inferno.’ Pode-se acrescentar, são muitas as portas do inferno. Com efeito, há tantas portas do inferno quantas espécies de pecados mortais; mas há entre elas algumas mais largas e mais perigosas: são as da impureza, da injustiça, da profanação do domingo, da embriaguez, da má educação dos filhos, do protestantismo, do espiritismo, da demora da conversão”.

Mais adiante ele acrescenta também o furto como uma das portas do inferno.
Esse missionário holandês é parte da história da evangelização no Ceará, pois como membro da Congregação da Missão (vicentinos), fundou a Casa das Missões, no Benfica, em Fortaleza, em 1927.

Fonte: http://rededecaridade.com.br/arquivos/RC_266.doc

3 comentários:

Juan disse...

Muchas gracias por tu mensaje Evandro. Veo que tu español es perfecto.
Un saludo.

Theophilus disse...

Impressionante a foto do post. Dá calafrios!
Evandro, gostaria de adicioná-lo aos meus contatos de e-mail. Se estiver interessado escreva para nuncdimittisservumtuum(arroba)gmail.com.
Um abraço!

Ana Maria disse...

Essa foto expressou bem que no inferno, o solo, formado pelos crânios no chão, é construído
pela morte dos filhos de Deus.

Impressionante!