domingo, 17 de maio de 2009

A polícia deveria ter descido o sarrafo!

Sejamos justos: favelado é favelado porque quer? Não.
Todo favelado é vagabundo? Lógico que não.
Tem favelado que é trabalhador honesto? Tem.
Então, por que alguns favelados botaram fogo em carro de trabalhador e atiraram crianças da janela de um ônibus?
Existem certos momentos em que a polícia não deveria usar bala de borracha, mas sim usar bala de verdade mesmo, pois aí seria um marginal a menos para encher o saco da sociedade.
É isso mesmo, os policias deveriam descer o porrete em vagabundo desordeiro!
Se o pessoal queria reivindicar alguma coisa, precisava barbarizar a região?
Precisava vandalizar?
Precisava atingir gente que não teve culpa nenhuma se a prefeitura não resolveu a questão do incêndio dias atrás?
Depois que os policiais matam algum marginal, vagabundo, safado e desocupado, aí vem aquele bando de “coitadinhos” choramingando, dizendo que o dito cujo era “trabaiadô”.
Quem vai pagar o prejuízo do cidadão de bem que perdeu o caminhão incendiado? O único modo dele ganhar o pão?
Quem vai bancar o prejuízo moral da mãe das crianças jogadas do ônibus?
Quem vai ressarcir o ônibus queimado?
A polícia? Claro que não, não foi culpa dela.
A prefeitura? Poderia ser, já que em muitas vezes sempre se omitiu nas questões sociais.
Os incendiários da favela? Não, nesses aí ninguém põe a mão, são “cidadãos” de primeira classe.
Onde estão aqueles chatos e malas-sem-alça dos “direitos humanos”?
Agora que era hora de eles aparecerem e procurarem resolver a situação.
Quase morreram pessoas inocentes, até crianças!
Nesse caso, é claro que não virão! Infelizmente.

3 comentários:

Ana Maria Nunes disse...

Roubei o texto!

Evandro disse...

Ahahahahahah!
Fique à vontade, Ana.

IRMÃOS MONTEIRO disse...

Afffffffffffff......


Depois que a ZL é olhada com preconceito, o povo não sabe o porquê.


Monteiro, Adriana