quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Isto é diversão e cultura?

O Theophilus, do blogue Spem in Alium, havia me enviado algumas imagens terríveis sobre o sofrimento dos animais nas tenebrosas touradas.
Como é possível que existam "pessoas", no alto de sua racionalidade, que se prestem a fazer algo tão horrendo, tão cruel, que é praticar ou mesmo ver as touradas?
Não sou daqueles que pregam que os animais "irracionais" são do mesmo nível ou até superiores ao ser humano, mas não aceito e não concordo com essa prática asquerosa.
E os rodeios daqui do Brasil também não ficam atrás.
Qualquer "diversão" que envolva animais e que consista no sofrimento deles acaba colocando os seres "humanos" que se envolvem nisso num patamar do mais baixo nível da criação, inferior até às amebas.
Isso é justo? Isso é humano? Já nos alimentamos da carne, extraímos o couro para fazer calçados e roupas, os chifres para fazer botões e pentes e nos alimentamos com leite, para que tripudiar de seres que não podem se defender?
Deus Pai, Criador de tudo que há no universo, colocou cada criatura em seu lugar, e a nós humanos, sua "imagem e semelhança" (Gênesis 1, 26), no alto da escala da criação, mas isso não nos dá o direito de zombar dos animais, que mesmo na sua irracionalidade, merecem todo o nosso respeito.

2 comentários:

FireHead disse...

Aqui em Portugal não existem touradas de morte, excepto na localidade alentejana de Barrancos, onde o povo insiste em matar o touro no fim da tourada, desafiando a lei. Pessoalmente vejo as touradas como uma tradição ibérica (deprimente, é certo), mas também o que muita gente não sabe é que essa determinada raça taurina usada mesmo para esse fim é uma raça que corre o risco de entrar em extinção caso acabem com as touradas.
Obviamente que não me regozijo com o sofrimento dos animais. Até posso dizer, com toda a sinceridade, que adoro muito gatos e não tenho problemas nenhuns em afirmar que fico sempre muito mais triste quando vejo gatos a sofrerem e a morrerem do que muitos seres humanos que existem por aí...

Evandro Monteiro disse...

"fico sempre muito mais triste quando vejo gatos a sofrerem e a morrerem do que muitos seres humanos que existem por aí"

Eu também fico com muito mais pena dos animais que sofrem do que de muita gente por aí...